Alimentos que Ajudam a Emagrecer – [COMPROVADO]

Os especialistas costumavam afirmar que a gordura fazia engordar e que nossa dieta se tornar algo que não é saudável, mas isso mudou. De acordo com a nutricionista Abby Langer, a única gordura que é realmente prejudicial para a saúde é a do tipo trans e o restante de gordura, podem ser benéficas para o organismo e, inclusive, para emagrecer.

emagrecer

Logicamente, não se pode levar uma dieta baseada em alimentos poucos saudáveis, adicionar gorduras ‘boas’ e, além disso, esperar emagrecer. No entanto, “o consumo de alimentos variados e ricos em nutrientes, incluindo gorduras, ajuda a criar sensação de saciedade e evita, deste modo, comer em excesso”, afirma a especialista Daria Rosa, autora do livro Foodiest e do blog Summer Tomato.

Alimentos para Emagrecer

Mas afinal, dose perfeita emagrece mesmo? Se quiser emagrecer de forma saudável, remove da tua cabeça, o medo das gorduras e aponta esses alimentos que, até agora, tinha certeza excluídos:

1. Frutos secos

Embora os frutos secos são alimentos ricos em calorias, os estudos demonstram que as pessoas que consomem os frutos secos têm um nível de IMC (Índice de Massa Corporal) mais baixo do que aqueles que não o fazem. Se bem que isso não é uma demonstração exata de que comer este alimento magro, os especialistas afirmam que consumir frutos secos, pode aumentar o número de calorias que seu corpo queima em repouso e, além disso, proporcionam uma sensação de saciedade por mais tempo.

2. Óleo de coco

Os estudos indicam que, o simples fato de ingerir o óleo de coco, faz com que aumente o metabolismo e que o corpo queime até 120 calorias extras por dia. Se o seu objetivo é reduzir a ingestão total de calorias, é melhor cozinhar com óleo de coco que eliminar por completo as gorduras e emagrecer.

3. Abacate

Utilizado como substituto da manteiga tradicional, o abacate oferece uma generosa mistura de gorduras saudáveis, fibras e vitaminas com que os nutricionistas estão obcecados. A pesquisa mostra que, o abacate ajuda a manter a hipertensão controlada e mesmo em pessoas com excesso de peso, comer meio abacate no almoço produz satisfação até cinco horas mais tarde.

4. Salmão selvagem

O salmão é um dos alimentos mais ricos em gorduras Omega 3 (as melhores e mais saudáveis). Um dos pontos fortes deste peixe é o seu sabor, que se deve ao alto conteúdo em gorduras. Mas, além disso, o salmão é uma fonte rica em proteínas.

5. Manteiga biológica

Apesar de ser um alimento (ainda) desconhecido para muitos, a manteiga biológica (proveniente de animais alimentados com pasto) pode-se encontrar em muitos pontos de venda; muitas vezes, sob o nome de “manteiga de búfalo’. Esta variedade de manteiga contém altas doses de gorduras Omega-3, que acelera a perda rápida de peso e ajuda a emagrecer, em combinação com uma dieta baixa em calorias.

6. Carne biológica

Os especialistas concordam que a chave para emagrecer é seguir uma dieta baixa em calorias, à base de alimentos comumente atribuídos a uma dieta (frutas e vegetais) ou de outros que todos desejamos quando começamos um regime rigoroso. Neste segundo grupo podem ser os hambúrgueres ou outro tipo de carne de vaca (sim, é sério). Falamos da carne biológica, proveniente de animais que se alimentam de pasto, que contêm menos calorias e gorduras prejudiciais que a carne convencional e que, além disso, contam com aspectos positivos, como as gorduras Omega-3.

7. Gemas de ovo

Contra uma crença popular prolongada, os ovos não têm por que aumentar a taxa de colesterol ou a probabilidade de contrair doenças do coração, de acordo com os estudos realizados em dietas com altas e baixas doses de ovo. Na realidade, o consumo de gema de ovo aumenta a sensação de saciedade e evita a fome e a superalimentação.

8. Queijo e produtos lácteos

Apesar de a demonizar popular de alimentos como o queijo, por seu alto conteúdo em gorduras, a ciência sai em defesa da reputação dos lacticínios. De fato, há estudos que confirmam que as pessoas que descem a quantidade de calorias ingeridas na dieta e adicionados produtos produtos lácteos, têm mais facilidade para perder perso que aqueles que apenas reduzem as calorias, e são menos propensos a ter excesso de peso e obesidade. Mas há necessidade de mais pesquisa para saber o porquê deste fenômeno, suspeita-se que se deve ao alto teor de proteína, que aumenta a saciedade, assim como os sais que possui cálcio, que reduzem a absorção de gordura.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *